Didaticamente explicado: Por que medidas econômicas de Temer ferram com trabalhadores e atendem a elite

Luíz Müller Blog

Din din

Do PT NO SENADO

Trabalhadores e trabalhadoras: esqueçam as conquistas sociais dos últimos anos e todas as ações de empoderamento das minorias. As medidas econômicas anunciadas pelo governo interino e golpista de Michel Temer são uma catástrofe para sociedade, menos para a elite rentista, preguiçosa e escravagista que ainda há no Brasil.

Uma das medidas é acabar com o Fundo Soberano, que tem lá uma economia de R$ 2 bilhões, resultado do processo vitorioso da exploração de petróleo no pré-sal pelo sistema de partilha. Esse dinheiro veio do pré-sal e ficaria no fundo para mais adiante seguir para investimento em Educação. Não vai mais. Pior, esses R$ 2 bilhões que estão aplicados em sua maior parte em ações de Banco do Brasil serão colocados no prego, ou seja, as ações serão vendidas. Na prática, não é o pobre e ninguém da classe média que vai comprar as ações do BB…

Ver o post original 1.534 mais palavras

Anúncios