Conselho Regional de Serviço Social de MG revela o perigo que é votar em Aécio

Fonte: www.cress-mg.org.br

(…) entendemos que não há espaço no projeto político defendido por Aécio Neves para que os interesses da classe trabalhadora (e de suas filhas e filhos) possam estar presentes, no interior do Estado, com a devida centralidade.

Tal projeto representa um retrocesso no processo de construção de um Brasil que seja digno de seu povo, pois temos a clareza que devemos enfrentar com firmeza as questões que são fundamentais para a consolidação de uma sociedade igual e justa como o aborto; as drogas; a homofobia e a transfobia; os 10% do PIB efetivo para a educação pública; o superávit primário; as relações agrárias que favoreçam a agricultura familiar, a reforma agrária e não os grandes grupos monopolistas do agronegócio; a publicização dos serviços sociais; o combate à corrupção; o fortalecimento da dimensão investigativa da Polícia Federal contra crimes de colarinho branco; uma reforma fiscal capaz de cobrar dos ricos impostos e que não penalize a classe trabalhadora com uma alta taxa tributária; a ampliação de uma saúde pública, universal e de qualidade; a expansão do sistema federal de ensino de qualidade; o combate à privatização dos serviços e empresas públicas, bem como a reestatização de setores estratégicos; o aprofundamento dos direitos fundamentais das crianças e adolescentes e não a reivindicação da redução da maioridade penal; o respeito aos direitos dos idosos e aposentados; a garantia dos direitos das mulheres; a discussão da política previdenciária; a incorporação sistemática nas políticas governamentais de demandas das populações tradicionais, quilombolas e comunidades negras; o diálogo sistemático com os sindicatos, movimentos sociais urbanos e rurais; além de tudo aquilo que for pauta da classe trabalhadora e parte de seus interesses.

Sabemos que o ex-governador de Minas não fala a verdade quando propõe que avançará em relação a estes temas, pois não foi esta a sua prática enquanto governador e senador de nosso estado, além da postura dos governos do PSDB, historicamente, não incorporar demandas populares em seu bojo, promovendo um profundo processo de criminalização de parte considerável da sociedade que luta pela ampliação de direitos e combate ao conservadorismo representado por tal projeto político.

Preencha o formulário do final da postagem e assine o Manifesto Mais SUAS

cress

Anúncios