O SUAS que queremos!

Fonte: MudaMais (www.mudamais.com)
Proteção e atendimento integral à família, além do fortalecimento dos vínculos familiares e atuação pela garantia de direitos e melhoria na qualidade de vida são algumas das funções do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de Pedra Branca, município com cerca de 3,7 mil habitantes, no vale do Piancó, na Paraíba. O Centro é fruto da ação conjunta do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome com a Secretaria Municipal de Ação Social de Pedra Branca.

Além de ofertar serviços e ações de proteção básica, o CRAS possui a função de gestão territorial da rede de assistência social básica e é a unidade do atendimento social que tem o mais profundo conhecimento da realidade dos habitantes de determinada região.

A secretária de Ação Social de Pedra Branca, Vanderly Silvino, conta que 180 famílias e 229 pessoas são atendidas no CRAS da cidade, onde são oferecidas oito oficinas: cabeleireiro, costura, manicure, artesanato para chá de bebê, pintura em tecido, pintura em seda, informática e música.

Nos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), há oficinas de artes, teatro, dança, esporte e música. É no CRAS que Nildo e Isolda, dentre outros, trabalham. É lá que as mães beneficiárias do Bolsa Família fazem oficinas de corte e costura, pintura em seda e várias outras formas de artesanato.

Izabel Epaminondas é uma das oficineiras do CRAS de Pedra Branca e oferece cursos de cabeleireiro que têm contribuído muito para a geração de renda. Muitas de suas alunas já atendem em domicílio ou abriram um pequeno salão em casa mesmo.

As crianças das famílias que recebem o Bolsa Família em Pedra Branca também fazem oficinas de teatro, com o Nildo.

Em todo o país são 8.065 CRAS implantados, dos quais 7.506 cofinanciados pelo ministério do Desenvolvimento Social. Há outros 112 em implantação.

Preencha o formulário no final da postagem e assine o Manifesto Mais SUAS

O suas que queremosa